Força-tarefa

08/12/2018

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil organizou uma força-tarefa para verificar a situação das edificações públicas e particulares de Itaperuçu, na Região Metropolitana de Curitiba, atingida por um tornado no último sábado (01). Até agora, os prejuízos estão estimados em R$ 6,5 milhões. Ao todo, 414 casas foram danificadas e 12 destruídas e 1.704 pessoas foram afetadas.

A partir desta quarta-feira (5), os agentes da Defesa Civil, acompanhados de voluntários da organização Engenheiros Sem Fronteiras e da Comissão de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi), estarão em Itaperuçu para visitar as residências e imóveis públicos danificados. Eles vão elaborar os projetos de recuperação para embasar o Plano de Trabalho que será encaminhado ao governo federal para conseguir recursos destinados à reconstrução da cidade.

O coordenador executivo da Defesa Civil, major Antônio Hiller, explicou que é necessário identificar quais edificações precisam de interdição parcial ou total, as que devem ser demolidas por apresentarem riscos e quais podem ser recuperadas. “Neste último caso, os engenheiros voluntários passarão a indicar medidas que podem ser tomadas para a recuperação, qual a mão de obra, o tipo de material e projetos necessários para isso”, explicou.

RESPOSTAS - De acordo com o major Hiller, existem duas formas de resposta do governo federal: uma imediata, com o envio de recursos para o atendimento emergencial, e outra planejada, em que é necessário o encaminhamento de projetos por parte do Estado e do município para a reconstrução da cidade.

“Desde o primeiro momento do desastre, em que houve o atendimento por parte do Governo do Estado e do município, podemos requisitar o apoio de outras organizações para complementar as ações de resposta e de recuperação”, disse o major Hiller.

HUMANITÁRIA - Gustavo Stresser, voluntário da Engenheiros sem Fronteiras, explicou que a organização atua com a engenharia humanitária, elaborando projetos voltados a pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade ou entidades sociais. “O evento ocorrido em Itaperuçu tem total convergência com o nosso modelo de atuação”, afirmou. “Em conjunto com a Defesa Civil e a Cosedi, vamos auxiliar na parte de orçamento e de materiais. Faremos o levantamento para tornar mais célere esse processo e facilitar o andamento posterior da reconstrução do município”, explicou.

Fonte: AEN

Gruta do Bacaetava

08/12/2018

A partir do dia 10 de dezembro até 02 de janeiro, o Parque Municipal Gruta do Bacaetava estará fechado para reformas de ampliação e adequação das passarelas no interior da caverna. As melhorias fazem parte do Plano de Manejo do Parque, que foi criado visando estabelecer o zoneamento e normas que devem orientar o uso da área e o manejo dos recursos naturais.

Conforme o Secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho, Antônio Ricardo Milgioransa, o fechamento acontece em virtude dos trabalhos de melhoria no atendimento e preservação da gruta. “As obras da gruta são importantes para que as manutenções necessárias no atendimento dos visitantes do parque continuem sendo de qualidade e diferenciado, oferecendo assim comodidade e benefício aos turistas. As melhorias também beneficiaram a segurança e conservação ambiental do local.”

Vale lembrar, que a visitação na caverna será interrompida pelos próximos 24 dias para que todo o processo possa ser realizado com tranquilidade e possíveis acidentes com visitantes do local sejam evitados.

Da agua para a tela

26/11/2018

Exposição de telas que unem a arte ao surf feminino ganha espaço em evento de esportes radicais em Curitiba

O Trip Bar recebe a exposição “As meninas do Surf” da artista multimídia Jessie Perseke no próximo Sábado, 01 de Dezembro, em um evento que une cultura e esportes radicais. Diversas telas vão fazer parte das atrações da festa de quatro anos do programa Mundo Radical Tracks da Rádio Mundo Livre FM.

Jessie começou as aulas de pintura em 2016 no Atelier do Artista Plástico Paulo Meirelles, seu ex-professor de desenho de moda no Senai quando estava estudando para ser estilista. Ambos decidiram que era hora de expor seu trabalho.

A escolha do tema veio de forma natural pelo fato dela estar inserida no ambiente do surf, tanto no lazer quanto no trabalho, com a sua linha de roupas para a prática de esportes aquáticos, chamada Perseke.

“As Meninas do Surf são reais em situações reais e memórias de um dia de surf entre amigas, porem não nomeadas”, afirma Jessie.

A técnica utilizada foi óleo sobre tela + colagem, esta sendo de alguns retalhos de tecidos e modelagens que poderiam ser descartados. A opção das cores foi feita de forma sensorial. As cores da natureza são destaque, sem perder a essência da artista, que são as estampas e cores vibrantes.

Ela também faz alguns “rabiscos de celular” que fazem sucesso nas redes sociais e também vão fazer parte da exposição. Eles podem ser conferidos no instagram @persekejessie.

O programa Mundo Radical é apresentado por Ronaldo Miranda, que já está a 26 anos apoiando o esporte com o Skate Session. A comemoração de aniversário será feita no Jardim do Trip Bar com direito a muita música com o próprio Ronaldo, a banda Sleev e o DJ Leandro Moska, trazendo o melhor do Hip-Hop e Surf Music.

Serviço

Exposição As Meninas do Surf por Jessie Perseke

Onde: Trip Bar – Rua Mateus Leme, 754. Curitiba PR

Quando: 01 de Dezembro de 2018

Preços: Lista amiga no evento do facebook (https://www.facebook.com/events/1963636987015546): FREE até as 19h, R$10 até as 21h.

Sem lista: R$20.

Jéssica Dombrowski Netto

Aplicativos


 Locutor no Ar

Virtual DJ

Piloto Automático

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Anderson Freire

Raridade

02.

Juliano Son

Lindo És - Só quero ver Você

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Anderson Freire

Acalma o meu coração

05.

Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes